Trabalhadores em Rádio e TV realizam Assembleia Nacional Unificada em 24/05

Atenção trabalhadores de rádio e televisão, mais uma vez o Governo Temer quer acabar com seus direitos! Através do Decreto 9329/2018 que o golpista assinou em 4 de abril, o quadro anexo da Lei do Radialista foi alterado drasticamente. 35 das 94 funções de radialistas foram extintas. 51 foram aglutinadas em 25, impedindo que se detecte o acúmulo de função. Não foi feita nenhuma tentativa de diálogo com a sociedade civil organizada antes da publicação do decreto e a Ação Direta de Inconstitucionalidade movida pela assessoria jurídica da Fitert foi completamente ignorada.

Para decidir os próximos passos dessa luta, a Federação dos Radialistas convoca uma assembleia nacional que acontece em 24 de maio. Procure o seu sindicato e participe desta decisão! É o futuro de todos os radialistas que está em jogo!

Confira os locais abaixo.

2 comments

  1. Não posso ser contra o direito dos trabalhadores de qualquer categoria ao protesto. Mas essa campanha da Fitert dá a impressão de que a entidade é retrógrada e não aceita nenhum tipo de modernização. Será que só tem “PTrodátilo” na direção da entidade? Eles ainda estão nos anos 1970, quando as coisas eram bem diferentes das atuais? Os srs. são contra qualquer tipo de modernização? Esse é o velho chavão da aliança PT-CUT, eterna protestante, greveira e retrógada!!!

    1. Samuel, como RADIALISTA que sou, afirmo categoricamente que: não somos contra a modernização, aliás, com a evolução tecnológica, existem pelo menos 25 novas funções já em prática nas empresas, mas que foram ignoradas pelo decreto e continuam sem regulamentação. Somos contra a escravidão, atitudes arbitrárias, violação aos direitos trabalhistas, etc..etc. Esse decreto é desumano e impõe que façamos 3, 5 ou até 10 funções recebendo um único salário, sem adicional nenhum por acúmulo. A regra é clara: NÃO PODE MUDAR A REGULAÇÃO PROFISSIONAL SEM DIÁLOGO COM A CATEGORIA. Uma pergunta…. Você é empregado ou patrão de alguma emissora de Rádio ou TV?

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CAPTCHA