Secretário de saúde e segurança do trabalho participa de reunião do Coletivo Nacional de Saúde do Trabalhador da CUT

No início do mês de abril, entre os dias 5 e 6, o secretário de saúde e segurança do Trabalho da Fitert, Mário Castro, esteve em São Paulo para reunião do Coletivo Nacional de Saúde do Trabalhador da CUT, em preparação para a Greve Geral (28/04).

Foram realizados debates sobre as consequências das reformas da Previdência e Trabalhista, e da terceirização, para a classe trabalhadora. Valdevir Both, integrante do Centro de Educação e Assessoramento Popular, levantou a discussão sobre a atual situação do sistema único de saúde, considerando os efeitos da PEC 55/EC 95. Antonio Rebouças, assessor jurídico sindical, abordou as ações diretas que devem ser feitas para evitar a aprovação da reforma da Previdência, e Adriana Marcolino, do Dieese, apontou os efeitos da terceirização. Também foi debatida a reforma trabalhista e seus impactos, com exposição de Leonor Posso, assessora jurídica sindical.

Para finalizar as atividades dos dois dias, Madalena Margarida da Silva, secretária de saúde do trabalhador da CUT, reafirmou o compromisso da Central com a greve geral e reforçou a importância da participação de todas e todos para a construção de um dia 28 forte, mobilizado e que consiga mostrar que a união popular pode barrar os retrocessos do governo Temer.

Fonte: Da redação, com informações da Secretaria de Saúde e Segurança do Trabalho.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CAPTCHA