Imprensa internacional repercute arquivamento de denúncia contra Temer

Os principais veículos de comunicação do mundo repercutiram a rejeição da Câmara pelo prosseguimento das investigações contra o presidente Michel Temer, acusado de recebimento de propina por meio de um intermediário, o deputado Rocha Loures. Na votação realizada nesta quarta-feira, 2, o peemedebista precisava de 172 votos e conseguiu 263, estes a favor do parecer da CCJ, que indicava o arquivamento da denúncia.

“O presidente estava determinado a permanecer no poder e cortejou os legisladores com agressividade pelo apoio deles durante a sessão, que durou mais de 11 horas nesta quarta-feira”, diz trecho do texto do jornal The Washington Post. 

O New York Times destacou o discurso dos apoiadores de Temer, que alegaram que o país não suportava mais instabilidade política: “Muitos legisladores argumentaram que a economia brasileira precisa de estabilidade”. O USA Today consultou especialista em política Rafael Salies, que garantiu que o presidente segue sob risco.

Confira as manchetes:

NY Times: “Legisladores brasileiros rejeitam processo por propina contra presidente Michel Temer

The Washington Post: “Presidente do Brasil, Michel Temer sobrevive a votos para suspendê-lo por acusações de corrupção”

USA Today: “Presidente do Brasil, Michel Temer se livra de acusação de propina, mas segue ameaçado”

BBC: “Presidente do Brasil, Temer sobrevive a votação de corrupção”

The Guardian: “Presidente do Brasil mantém emprego após Congresso votar contra acusações de corrupção”

Financial Times: “Presidente do Brasil, Temer sobrevive a votação de processo”

El País: “O Congresso do Brasil salva Temer e impede que ele seja investigado por corrupção”

Clarín: “O Congresso do Brasil salva Temer e rejeita seu julgamento por corrupção”

Fonte: Portal Imprensa. 

Imagem: Reprodução.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CAPTCHA