Termo aditivo, que garante o PPR/abono é assinado pelo patronal

Depois de muita insistência, na nona reunião com o patronal, apesar de ainda não termos avanços significativos, eles concordaram em assinar aquilo que o Sindicato já havia afirmado e informado a categoria, que o PPR/abono, devem ser pagos na folha de pagamento de julho.

Percorria pela categoria boatos de que algumas empresas não iriam pagar, conforme orientação patronal, que tentava obrigar o Sindicato dos Radialistas, condicionando a orientação de pagamento do PPR/abono, se o Sindicato dos Radialistas assinasse a proposta de retirada de direitos históricos da categoria. O que não foi feito e mais, após apresentação do índice de reajuste, a categoria, em diversas assembleias pelo estado, aprovaram o índice a ser aplicado no PPR/abono. Enfim, com o termo aditivo o Sindicato patronal deve orientar as empresas a fazer o correto, para não se sujeitarem a ações de cumprimento, que por ventura o Sindicato dos Radialistas tenha que mover contra as empresas infratoras. 

É de olho no holerite e na campanha salarial, que continua com mais rodadas de negociações agendadas. A data base da categoria foi prorrogada para até o dia 15 de agosto, enquanto perdura as negociações da Campanha Salarial.

Para ter acesso ao documento assinado pelos patrões clique aqui.

Fonte: Sindicato dos Radialistas de São Paulo

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CAPTCHA