Sinrad/PA repudia autoritarismo de Procuradora da Prefeitura de Tucuruí

Sindicato dos Radialistas do Pará (Sinrad/PA),

Declara repúdio a atitude autoritária da atual Procuradora da Prefeitura Municipal de Tucuruí, Glaucia Rodrigues Brasil Oliveira, que de forma desrespeitosa não deixou que o radialista Pedro Moía de Souza Júnior, repórter cinematográfico realizasse seu trabalho juntamente com a repórter Rosa Bezerra de Macedo, ambos do sistema Floresta de Comunicação/SBT, fato ocorrido no último dia 30 de outubro e ainda usou de agressão verbal e ameaças na sede da Superintendência do lago de Tucuruí.

O fato lastimável ocorreu durante a cobertura de operação da Policia Civil para cumprimento de mandados de prisão temporária, condução coercitiva, além de busca e apreensão de documentos relacionados ao assassinato do prefeito de Tucuruí, Jones William. A equipe do radialista registrou um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) na seccional Urbana de Policia Civil de Tucuruí e aguarda providência jurídica.

O Sinrad/PA se coloca a disposição contra atos de violência contra qualquer profissional de comunicação e amparado por lei vem a público se solidarizar a qualquer tentativa de impedimento á liberdade de imprensa e se coloca á disposição dos profissionais para qualquer amparo legal na lei. A liberdade de expressão é um dos maiores pilares da democracia, fundamental e de suprema importância para que a sociedade possa conhecer e se defender de possíveis arbitrariedades cometidas pelo poder público.

Antônio Araújo
Presidente Sinrad/PA.

Fonte: Sindicato dos Radialistas do Pará.

2 comments

  1. Amigos, o texto da nota de repudio aqui publicado, não transmite a real intenção deste sindicato, pedimos a correção e infelizmente não fomos atendido. O Sindicato dos Radialistas do Estado do Pará, NÃO se solidariza com nenhum tipo de violência e nem com que a pratica. o texto que está publicado diz. ” Vem a público se solidarizar a qualquer tentativa de impedimento á liberdade de imprensa ” o correto seria ”Vem a público se solidarizar CONTRA a qualquer tentativa de impedimento á liberdade de imprensa” Se for possível gostaria que fosse feito essa correção.

  2. Acho que o texto está equivocado na parte que afirma : ” … vem a público se solidarizar a qualquer tentativa de impedimento á liberdade de imprensa ” ??? Penso que o correto seria “… vem a público se colocar contra qualquer tentativa de impedimento á liberdade de imprensa…”.
    Outra coisa,se o profissional é ” Radialista” como afirma o texto, como pode ser denominado de ” Repórter Cinematográfico”, se esta função é de Jornalistas ? Penso que também existe um equivoco, pois se ele é radialista, a nomenclatura correta de sua função seria ” Operador de Câmera de Unidade Portátil de Externas, correto ?
    Um abraçaço e saudações Cabanas e Fitertistas

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CAPTCHA