Patrões assediam trabalhadores contra sindicato do RS

Sobre a recente visita efetuada a Santa Maria, quando na oportunidade estávamos em Campanha de Sindicalização e visitamos diversas emissoras, queremos aqui denunciar o comportamento antissindical por parte de alguns que se acham todos poderosos, donos da razão e acima da democracia e dos direitos garantidos na CLT, desrespeitando o seu artigo 545, que assegura a filiação sindical.

Nas rádios Gaúcha FM de Santa Maria foi sindicalizado o único operador de áudio até porque a maior parte da emissora fica em rede com Porto Alegre. Acreditem ou não, este trabalhador em menos de 24 horas procurou nossa entidade para não mais darmos andamento e oficializar a sua devida sindicalização. Foi articulada na empresa uma campanha contra o sindicato promovida por um chefete, o qual já temos o nome e, inclusive, já contatamos com o diretor de relações sindicais do Grupo RBS, Ary dos Santos, que também é presidente do SindiRádio, para colocar este pelego no seu devido lugar.

Também em Restinga Seca houve um pedido de cancelamento de um trabalhador e, evidentemente que este trabalhador também foi assediado pelo patrão. Estamos tomando previdências para que o profissional tenha ao menos o direito garantido pela CLT respeitado.

Qual o medo dos patrões? Por que tanto temem a unidade da categoria?

Fonte: Sindicato dos Radialistas do Rio Grande do Sul.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CAPTCHA