EBC apresenta proposta de reajuste abaixo da inflação e cortando direitos; Assembleia avaliará proposta na quinta (22/11)

Na quinta reunião de negociação do Acordo Coletivo de Trabalho (ACT), realizada na última quarta (14), a direção da EBC enfim apresentou sua proposta para as cláusulas econômicas do ACT. A proposta consolidada por escrito foi entregue somente nesta segunda (19). Assembleia dos trabalhadores para avaliar a proposta ocorrerá na quinta (22), às 13 horas.

A empresa apresentou oficialmente a proposta de reajuste de 2,4% apenas nos salários. As demais cláusulas econômicas – auxílio-creche, alimentação, seguro de vida, creche e pessoa com deficiência – ficariam congeladas. Nesta proposta, a EBC mantém os dois tickets extras. O índice não repõe sequer a inflação acumulada dos últimos 12 meses, que é de 4,56% (IPCA). Nos últimos anos, os trabalhadores da EBC amargam perdas econômicas de 5,95%.

A proposta também destoa dos acordos assinados por outras empresas públicas neste ano, que conseguiram no mínimo repor as perdas inflacionárias do último ano. A empresa ressaltou que está aberta a negociação e a oferta das cláusulas econômicas não é um ultimato, tendo ainda afirmado que outros cenários que não alterasse o patamar de gastos da proposta oficial foram estudados.

A EBC ainda propõe a retirada de vários direitos sociais dos trabalhadores. A proposta prevê a limitação da cláusula do auxílio previdenciário para até o 45º dia de afastamento e limitado ao valor de R$ 3 mil. Outra mudança é a alteração da cláusula de abono de faltas com a proposta de retirar o benefício para internação, acompanhamento para consultas e para cuidados domiciliares de familiares dos trabalhadores.

A empresa ainda quer reduzir a multa pelo descumprimento do ACT para R$ 100,00, além de retirar a cláusula acúmulo e desvio de função e alterar o benefício de folga após o retorno de viagens com mais de cinco dias. A empresa também negou a redução da intrajornada para 30 minutos proposta pelos empregados.

Por fim, as entidades frisaram a importância de cessão de espaços com videoconferência em todas as praças para a realização de assembleia dos trabalhadores. Mais uma vez, tal possibilidade foi negada pela direção da empresa sem qualquer justificativa.

As entidades convocam os trabalhadores da EBC a participarem de Assembleia na próxima quinta (22), às 13h, com o objetivo de deliberar sobre a proposta da empresa e avaliar a construção de uma contraproposta que proteja os direitos dos funcionários.

A próxima reunião de negociação ficou marcada para o dia 23, sexta-feira, às 16h.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CAPTCHA