Categoria rejeita proposta dos patrões em SP

Em assembleia geral, ocorrida no dia 28 de junho, sábado, que contou com uma expressiva participação dos trabalhadores, por unanimidade, foi rejeitada a proposta dos patrões, mais uma vez.

Neste mesmo dia, foi refeita uma contraproposta dos trabalhadores. Os radialistas decidiram que esta será a última tentativa de negociação com a bancada patronal.

Um dos pontos importantes para a categoria é que essa convenção tenha validade de 12 meses, e não de 24 meses, como quer a bancada patronal. Isso limita os trabalhadores em realizar novas conquistas, e enfraquece a luta da categoria que não poderia reivindicar direitos, principalmente sociais, durante esse período.

Veja a seguir os pontos discutidos em assembleia e apresentados aos patrões:

  • Reajuste Salarial: 7,4%
  • Pisos salariais:
  1. Capital R$1320,00 (8,02%)
  2. Cidades com mais de 80 mil habitantes R$ 1179,20 (10%)
  3. Cidades com menos de 80 mil habitantes R$ 961,40 (10%)
  • Equipamentos de proteção individual obrigatório para os trabalhadores de externa
  • Cesta básica de no mínimo R$100,00
  • Escala de folga ser afixado para funcionários com 15 dias de antecedência e escala de trabalho com 7 dias de antecedência
  • Auxílio creche obrigatório nas empresas com mais de 10 mulheres funcionárias
  • Abono/ PR de 55% para o ano de 2015
  • Convenção Coletiva válida por um período de 12 meses

 

Fonte: Sindicato dos Radialistas de São Paulo

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CAPTCHA