Diga não à extinção da EBC

Segundo notícia publicada hoje (22) pela colunista Daniela Lima, no Painel do jornal Folha de São Paulo, o governo golpista de Michel Temer entregará um estudo para o próximo presidente da República propondo a extinção da Empresa Brasil de Comunicação (EBC) e a transferência de parte de seus funcionários para a TV NBR e outros órgãos governamentais.

Para a diretoria da Fitert isso significa um terrível retrocesso na comunicação pública brasileira e um ataque sem precedentes aos trabalhadores da comunicação da EBC.

O governo Temer vem atacando a EBC e seus trabalhadores desde que o golpe se efetivou e implementando o desmonte da empresa. Desde a publicação da Medida Provisória 744 (setembro de 2016), que reestruturou a empresa seguiram-se uma série de ataques a comunicação pública do país. Extinção do Conselho Curador, fim da autonomia frente ao governo com a vinculação da empresa à Casa Civil, extinção do Conselho Curador, demissões e perseguições de seus trabalhadores, intervenção na linha editorial e uma série de escândalos envolvendo indicados pelo governo foram denunciados pelo Conselho Curador cassado pelo governo.   

A Fitert seguirá denunciando o desmonte da EBC e combatendo qualquer tentativa de extinção da empresa. Defendemos uma EBC pública, com autonomia e participação popular, que valorize seus funcionários e com capacidade de pautar os temas de interesse da maioria da população brasileira.

Defender a EBC é defender o direito à comunicação pública!

Defender a EBC é defender a democracia!

A EBC não pertence a quem está no poder. A EBC é de todos os brasileiros!

One comment

  1. Não posso nem devo concordar com isso! Principalmente se for extinta a Rádio Nacional do Rio de Janeiro, que é uma referência histórica principalmente para a música popular brasileira, da qual foi verdadeiro santuário nos anos 1930/40/50. Será um verdadeiro atentado à nossa memória!

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CAPTCHA