Centrais sindicais convocam Greve Geral para 05/12

A CUT e as demais centrais sindicais, (CTB, Nova Central, CSB, Intersindical, Força Sindical, UGT, CGTB e CSP-Conlutas) convocaram para o próximo dia 5 a Greve Nacional em Defesa da Previdência e dos Direitos.

Diante de mais um ataque do governo golpista de Michel Temer contra os direitos da população trabalhadora, que planeja votar o projeto da Reforma da Previdência em 06/12, a decisão é que apenas uma mobilização por todo o Brasil será capaz de combater o seu avanço.

Caso a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 287/2016 seja aprovada, haverá aumento da idade mínima para as mulheres de 60 para 62 anos, o tempo mínimo de contribuição permanecerá em 15 anos no regime geral e saltará para 25 anos no serviço público, e será possível receber apenas 60% do valor integral da aposentadoria – para atingir 100% do valor, será necessário contribuir por 40 anos no novo cálculo.

Para impedir que a população se aposente e morra trabalhando, Temer não medirá esforços para defender essa proposta e, de quebra, beneficiar os patrocinadores do golpe. Por isso, é de extrema importância a articulação de todo o movimento sindical através de atos, assembleias, debates e outras atividades para a organização de mais uma Greve Geral.

A Fitert acredita na força da mobilização dos trabalhadores e por isso defende a Greve Nacional em Defesa da Previdência e dos Direitos. Não a Reforma da Previdência! Fora Temer!

Fonte: Da redação, com informações da CUT.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CAPTCHA